7 dicas na escolha do imóvel comercial para alugar em SP

6 minutos para ler

São Paulo é uma cidade fortemente atrativa para os negócios com uma ampla oferta de pontos comerciais e escritórios com dimensões, custos, e, inclusive, serviços agregados. Por ser um investimento importante, é preciso escolher bem antes de fechar o negócio. Mas a pergunta que fica é: como escolher o melhor imóvel comercial para alugar? É sobre esse assunto que vamos falar agora!

Essa escolha pode ser um processo complexo, trabalhoso e demorado, que envolve várias etapas e pontos que devem ser considerados. Quando se fala de um imóvel comercial, deve-se estar atento a atender as necessidades do locador, da empresa, dos clientes e dos funcionários.

Pensando em ajudar você nessa escolha do seu imóvel em São Paulo, trouxemos aqui algumas dicas! Continue acompanhando o texto e aproveite! Boa leitura!

1. Saiba o que você precisa para filtrar a busca

O passo mais importante é saber quais são as reais necessidades operacionais do seu empreendimento, incluindo alguns detalhes, como demanda de clientes, estoque, tipo de produtos ou serviços prestados, quantidade de funcionários, dentre outros. Assim, você pode se concentrar apenas naqueles imóveis que possam atender as demandas, refinando de forma considerável a busca e deixando o processo mais simples e rápido.

Vale frisar ainda que o valor que você vai pagar no aluguel vai impactar os gastos que você vai incorrer na sua empresa. Então, dê uma atenção especial também a esse aspecto.

2. Aposte em localizações movimentadas

A localização é um item relevante para um imóvel comercial, onde o espaço físico tem que ficar acessível para os funcionários, fornecedores e, principalmente, para os clientes.

Você tem que estar localizado onde o vento está correndo. Bom, essa é uma metáfora para a seguinte dica: procure se posicionar onde as pessoas passam. Quanto mais pessoas estiverem circulando no entorno do seu negócio, mais clientes em potencial você vai ter.

Por isso, antes de escolher o local, observe se o entorno conta com polos geradores de tráfego, e um bom exemplo são os estabelecimentos que ofertam serviços essenciais, tais como faculdades, shoppings, bancos e hipermercados.

3. Atente-se à visibilidade do imóvel

O quanto um local vai ser visto é, sem dúvidas, um dos fatores que influenciam positivamente a sua escolha. Não se esqueça de que a visibilidade do imóvel é diferente para as pessoas que chegam a pé, de carro ou de ônibus.

Preste bastante atenção aos obstáculos que podem minar a visão da sua fachada, como fiação, bancas de jornais e árvores. Vale lembrar, por exemplo, que do alto do ônibus, o consumidor pode não ver a vitrine com uma promoção importante. Não deixe de pedir fotografias da vizinhança quando estiver fazendo sua pesquisa, pois é uma boa saída para excluir os primeiros pontos. Porém, é claro que, para bater o martelo, não se pode dispensar uma visita de campo.

4. Pense na estratégia de transporte

Para facilitar a vida de seus colaboradores e clientes, deve-se buscar privilegiar locais que disponham de acesso fácil e/ou proximidade com as diversas malhas de transporte público, inclusive, trem e metro, disponíveis na região. Adicionalmente, deve-se atentar para a existência de estacionamento no local ou vizinhança.

Para validar a acessibilidade do local, é importante visitá-lo em horários alternados. Tente fugir dos imóveis que por ventura não disponham de acesso fácil a transporte público ou fiquem em locais que causem sensação de insegurança, como corredores sem saída e praças mal iluminadas.

5. Conte com empresas de qualidade

É importante contar com uma empresa que dê comodidade e segurança nos processos de aluguel do imóvel comercial, intermediando a relação e assegurando os deveres e direitos de ambas as partes.

Um ponto a ficar atento é o contrato de locação, que regulamenta todas as possibilidades de situações ligadas à locação, desde a entrada no imóvel comercial até a rescisão de contrato. As cláusulas e todos os aspectos da locação de imóveis precisam estar em estrita conformidade com a Lei do Inquilinato.

6. Considere alugar um escritório compartilhado

Já ouviu falar sobre escritórios mobiliados com compartilhamento de serviços? Bom, elas são bem parecidas e se baseiam no modelo Coworking. São salas individualizadas, de vários tamanhos, exclusivas, devidamente mobiliadas, com compartilhamento de serviços e espaços comuns e que estão totalmente prontas para receber empreendedores e colaboradores que queiram intensificar o seu negócio, engajar e inspirar os profissionais.

Essas salas já são uma realidade para diversas empresas, pois existe uma diversidade de opções no mercado que tem como objetivo atender aos diferentes modelos de negócios e proporcionar o desenvolvimento do trabalho autônomo e coletivo.

Nesse modelo de contratação, o funcionário vai ter a oportunidade de aumentar suas redes de contatos, valorizar suas responsabilidades sociais e modernizar as relações de trabalho, já que o compartilhamento de serviços é sustentável, pois otimiza o tempo, reduz o consumo de energia e diminui os gastos com serviços comuns. 

7. Planeje a necessidade de fiadores

Um dos grandes entraves no momento de conseguir um imóvel comercial em um bom conjunto é o preço. Sem contar que, muitas vezes, o que acaba impedindo o trâmite de prosseguir é a necessidade de contar com um fiador.

A boa notícia é que, quando você contrata uma sala comercial mobiliada para alugar, todos esses problemas deixam de existir, uma vez que é comum não exigir garantia na contratação. Os gastos mensais nesse modelo de contratação diminuem o orçamento até pela metade, quando comparado com uma contratação convencional de escritório. Dessa forma, você pode fazer o investimento sem ter medo, pois o custo-benefício da negociação é garantido.

A BESP Times Office é uma empresa de vasta tradição na área, que tem todas as qualidades que citamos aqui, pois aluga salas privativas com espaço compartilhado, sem a necessidade de fiador e, claro, seus imóveis têm uma ótima localização, visibilidade e são de fácil acesso.

Além disso, vai ser possível encontrar uma estrutura extremamente agradável e com ótimo custo-benefício para desenvolver seu negócio, com responsabilidade social, qualidade de vida e postos de trabalho confortáveis e amplos. Trata-se de uma alternativa real de dispor de uma estrutura inovadora e melhor para os colaboradores.

Bom, agora que você já sabe como escolher o melhor imóvel comercial para alugar em SP e expandir seu negócio, parta já para a ação.

O ideal é sempre elaborar uma ficha de avaliação de pontos, atribuindo pesos diferentes para os fatores aqui citados, de acordo com o perfil da sua empresa. Assim, você terá a chance de escolher bem o imóvel!

Ficou interessado em alugar uma sala comercial com serviços compartilhados? Então, não perca mais tempo e entre em contato conosco agora mesmo para conhecer nossos serviços!

Posts relacionados

Deixe um comentário